Amanda Montt | Bossa e Brisa







Amanda Montt
27/01/2015

foo fighters

Ando curtindo muito o modo aleatório para relembrar de músicas que não ouço a meses. As vezes, a gente só satura das mesmas playlists de sempre e faz bem relembrar no meio das quinhentas baixadas. Até a ordem diferente faz a diferença! (haha) As vezes, eu tenho a impressão de que alguma coisa daquele celular invade minha cabeça pelos fones e adivinha o que eu preciso (ou ‘quero sem saber’) ouvir em seguida. E agora, relembrando tantas e conhecendo outras, vou tentar montar toda terça-feira uma playlist bonitinha pra te acompanhar numa tarde de internets e amores.

Por ser a primeira e uma ocasião especial, ela não vai ser aleatória. Amanhã tem show do Foo Fighters aqui em BH, então pra quem também vai, resolvi fazer a seleção pra entrar no clima dessa banda maravilhosa. Até a abertura é incrível, não tem como viver <3 E pra quem foi nos últimos shows do tour aqui no Brasil – quero saber como foi na visão de vocês!

Para entrar na vibe de Foo Fighters by Amanda on Grooveshark

Qual a sua música favorita deles?

(E pra quem for: não se esqueçam de ouvir Kaiser Chiefs, a banda da abertura! Eles são mais ‘desconhecidos’ – bem entre aspas mesmo – mas ótimos! Tá decidido que no meu desafio 18 até os 18 vou ouvir a discografia inteira deles.)

Amanda Montt
Por: Amanda Montt


26/01/2015

desenhando foto2

Xente, um mês sem segunda de links? Vamos relevar que quando tive tempo para ler alguma coisa (tava viajando, e inclusive o último post de parque sai na quarta, se tudo der certo), vi só coisa ~irrelevante~. Nada que valesse obrigar vocês a ver, hahahhaha. Inclusive agora só vou postar em ‘segundas convenientes’. Ou seja, quando tiver muita coisa bacana pra compartilhar. E vou passar a compartilhar posts legais dos outros na fanpage também. Então curte e acompanha, caramba! <3

Lembrando que o must have seen 1 é esse desenho que fiz voltando pro mundo morto do desenho digital na minha vida. Pf, importância internacional.

Pra começar, dois vídeos sensacionais do Porta dos Fundos: Inveja e Imigração. Adorei o humor ácido da vez e favoritei pra vida.

E no G1 saiu esse SHPÁ de notícia da resposta da linha Aerolíneas Argentinas a um cliente reclamando que as aeromoças não eram mais tão gatas. E a melhor frase pro final: “Os preconceitos não saem para voar e os deixamos em terra.” HAHAHAHA

Ainda falando sobre voar, os segredos mais bem guardados por pilotos e aeromoças podem te fazer ficar com um pouco de nojinho no seu próximo voo. Leia os comentários também!

Esses 5 filmes que ajudam a entender a importância do feminismo entraram na minha lista depois do post. E vale a pena ver se você acha que feminismo é sair sem blusa na rua pedindo pra não se depilar em paz.

O Lucas, que tira minhas fotos, criou um blog. O Dascovski ainda não tá totalmente pronto mas tá aí para vocês fuçarem e acompanhar.

Outro post que não é recente, mas eu vi ‘agora': 26 ilustrações que farão você questionar o mundo. Porque a gente vive num mundo triste, e você pode tentar não enxergar, mas não torna nada disso menos verdade.

A tradução do texto da americana Rachel Macy Stafford é lindo.É sobre parar de se apressar tanto na vida; “O dia em que parei de dizer ‘Anda Logo’“. Só verdades! “Fazer uma pausa para aproveitar as alegrias simples do cotidiano é o único jeito de viver de verdade.” <3

A Karly deu uma dica matadora para divulgar seu post em vários grupos do Facebook de uma só vez! Corre lá!

Fui nostálgica falando sobre coisas que gosto desde criança. Quero saber de você também! Por que não posta a tag?

E, como sempre, amei o look simples short-camisa da Karol (com K). Ai <3

Ainda sobre looks: a Soraya, do Mistureba Chic, postou um bem simples que reflete ela mesma. E desabafou sobre como as pessoas só tem discurso de menos futilidade, mas posts realmente relevantes são pouco visualizados. E looks bombam. E a reflexão envolveu a dúvida se continua ou não com o blog. Fica, So!

No GWS saiu um post amorzinho de decoração sobre o ‘pote’ (Mason Jar) que é vítima de n DIYs por aí. E aquele brilhante dourado? Queroooooooo!!! Já sei até o que fazer com um. Aliás, quero muitas coisas. Meia dúzia de potes basta pra tudo, hahahaha.

E ainda em decor, a Gabi mostrou e fez DIY sobre a parede de lousa com contact fofíssima dela.

E o ‘papelaria, meu amor‘ no Buzzfeed? COMO NÃO SE IDENTIFICAR??? Sobre o número 12: minha gaveta só não é assim porque preciso de duas dela e mais um móvel para minhas bugigangas! HAHAHA

Mais Buzzfeed: 32 coisas que todo mineiro sente falta quando sai de Minas Gerais. Porque sou mineira e comigo rola quase tudo, hahahaahahahahahaha.

No Lugar de Mulher, a Lika falou que usar signo como desculpa para as merdas que você faz não é válido. Inclusive para caras ‘quentes e apaixonados’ (stalkers psicopatas, possessivos, etc). Se liga!

Mais uma tristeza da vida é ouvir que um terço dos estudantes entrevistados disseram que estuprariam uma mulher se não tivesse consequências… Fora que nem todos devem saber o que estupro é por completo e que você pode ser casado e estuprar sua mulher, por exemplo. Eca.

Mas genteeeeeeeeeeeeeeeeeee! A capricho tá apontando pro movimento feminsta! <3 Lindo post de razões para você empoderar uma garota ao invés de explicar o feminismo para um cara! Palmas <3333 E que a informação circule para mais gente!

E imagina que amor tatuagens temporárias como suas fotos do instagram? QUERO AGORA! Saiu no youpix, corre lá!

☁ ☁ ☁

Gostaram dos links? Uma bela semana para a internet, hahaha. O que vocês viram de mais legal?

Amanda Montt
Por: Amanda Montt


25/01/2015

bl0gging0 3

Geralmente, escolher o nome do blog é a pior parte. A mais difícil, sofrida, impactante e difícil de mudar.

Mas relaxa que não é o fim do mundo! Você pode “aprender a amar” o nome, trocar futuramente, comprar um domínio com seu nome donzela blogueira e usá-lo com mais frequência ou ‘ignorá-lo’ (igual aquele cantor que tinha um nome, mas mudou o nome artístico para um símbolo).

Não pensando no ‘pior’, vamos começar com as dicas! Já que o ideal é criar pra ficar  :)

Parece que foi ontem, mas foi em julho que publiquei no Conspirantes as dicas para o nome do seu blog. Resolvi aprimorá-las pra não perder o conteúdo e é isso que eu vou fazer com todos os posts de lá que eu quiser reaproveitar.

a) Dicas gerais

-A dica mais provável é: escolha um nome mais neutro. Isso serve para evitar que você fique insatisfeita com ele depois. Não se prenda tanto a uma fase (por exemplo, “garota de quinze” para uma blogueira de quinze anos, ou “seguidora de regina” para uma fã volúvel de meninas malvadas HAHAAHAH).

-Nem vou dizer para não usar palavras comuns, tipo ‘garota’ ou ‘segredos’. Mas não se “inspire demais” ou use um nome que já existe. Perde sua identidade por bobeira.

-Não se prenda a regras. Você pode ser uma ‘exceção’ dela ou ela pode nem ser válida pra você por ser tão badass.

-O nome pode representar você, uma piada interna, um tema ou o que for. Só precisa te deixar confortável, afinal, só você precisa gostar do seu blog. Sem gostar do nome, como fica? O nome não precisa ter um significado longo e profundo. Só precisa te agradar.

b) “Passo-a-passo”

Entre aspas pelos motivos ditos acima, hein? Como a única regra é se sentir ‘confortável’ com o nome (você e unicamente você gostar dele), as dicas vão ser para encontrar seu ‘nome-alma-gêmea’.

1) Escolha um idioma. De preferência, o idioma do seu público-alvo. Você escreve pro Brasil? Considere português, para facilitar seu público saber falar e escrever seu nome.

2) Decida se quer url igual ao nome. É legal serem iguais por motivos óbvios, mas não é obrigatório. Se sua url for, por exemplo, seu nome, você tem uma flexibilidade maior de títulos. Pode ser mais complicado, se quiser. Nesse caso, eu recomendo que sua url principal (a ‘permanente’, não a que redireciona para a ‘permanente’) seja o seu nome e você tenha também o nome do seu blog como url ‘secundária’, só pra garantir. Um domínio não é caro

3) Busque originalidade. Pesquise para ver se não existe blog ou empresas com esse nome (ou parecido). Isso te assegura mais ‘personalidade’, ‘singularidade’. Por isso muita blogueira opta por um blog com o nome dela.

4) Faça um brainstorm! Escreva todas as palavras que podem ser úteis (mesmo que de cara não pareçam) em um pedaço de papel ou no bloco de notas do celular. Onde quiser.

Como sou um amorzinho, vou deixar uma lista de palavras que eu gosto para vocês. E um espaço para vocês continuarem.

palavras para brainstorm

Dica: procure as palavras, sinônimos e tudo mais no Dicionário Informal. É divertido e ajuda a conhecer palavras novas que podem ser usadas.

5) Filtre seu brainstorm de acordo com suas próprias restrições. Se você não quer um nome com ç, por exemplo, aproveite e corte todos. Corte na lata e depois que tiver sobrado apenas cerca de 10-15 palavras, preencha essa tabela:

tabela de critérios para nome de blog

(clique para ampliar)

Escreva suas restrições na primeira coluna e as palavras na primeira linha.  Marque um x no quadrado se a palavra respeitou o critério da linha da restrição. Por exemplo: na palavra “louca”, critério “palavra curta”. Só 5 letras torna a palavra curta, então respeitou o critério e marco o x. Entendeu?

Suas restrições são apenas suas. Mas fica aqui a dica e use as que achar interessante:

-Palavra não acentuada

-Nome com x palavras

-Nome curto

-Impactante

-Não ser um verbo

-Bem recebido na primeira impressão

6) Teste combinações com as palavras que respeitou todos os critérios. Ou critérios o suficiente. Você pode:

-Flexibilizar a palavra. (Redondo > arredondando; Conspira > conspirantes)

-Combinar com um “e” (“bossa e brisa”)

-Combinar substantivo-adjetivo (“louca vida”)

-Várias palavras separadas por vírgulas (“vitrola, glitter, samba”)

São exemplos, e você pode testar n possibilidades.

7) Agora só ver qual combinação te agradou mais – e checar se ela já não existe. Porque ninguém merece ter que dividir palco com blog que já está aí.

Espero que gostem das dicas e se quiser qualquer ajuda para ‘avaliar’ ou fazer qualquer passo do post, só comentar aqui em baixo, mandar um email no formulário de contato ou me chamar no facebook!

Se gostou do post, não se esqueça de curtir no facebook, twittar e adicionar no g+! <3

Amanda Montt
Por: Amanda Montt