Amanda Montt | Bossa e Brisa







Amanda Montt
27/03/2015

IMG_3078

Faz um tempinho que estou a fim de expor meus desenhos por aqui. Mas não qualquer desenho: os da minha caderneta amorzão. Eu posto alguns raros no meu instagram (@amandamontt) mas resolvi mostrar um pouco mais aqui. A maioria é desenho a mão livre comigo tentando descobrir meu traço, sem ficar apagando e refazendo. Alguns poucos fiz de lápis e refiz a caneta por cima, outros mantive de lápis. No geral, adoro ficar rabiscando quando tô vendo algum filme ou série. E eles não saem nem um pouco perfeitos, mas gosto deles e eles gostam de mim. É legal olhar. Fora que amo comparar com minha caderneta antiga. Ver uma evolução criativa bem monstra. Fora que deixo meu erro eternizado ali, pra tentar me virar corrigindo por cima ou do lado ou sei lá.

IMG_3079 IMG_3080 IMG_3081 IMG_3082 IMG_3083 IMG_3084 IMG_3085 IMG_3086 IMG_3087 IMG_3088 IMG_3089

Eu evito me censurar de qualquer forma. Se pensei numa frase, coloquei. Se quis fazer um desenho nível boneco-palito, fiz. Se errei, deixa pra lá. Se cismei com uma música, anotei. Sem estresse e sem encanar com perfeição. Tô adorando um ‘acidental’.

Depois quero mostrar todos os meus cadernos (porque são sensacionais) mas antes preciso de uma caderneta/moleskine novo para ser não específico. De referências, de ideias soltas. NO MORE BLOCO DE NOTA DO CELULAR! É que é o seguinte: eu tenho vários cadernos e fico distribuindo funções específicas para eles, mas nunca cumpro, daí acabo arrancando as folhas para juntar os ‘temas’ que delimitei mas não cumpri de manter num caderno só.

Gostaram dos desenhos?

Amanda Montt
Por: Amanda Montt


23/03/2015

tumblr_nkne50OB1U1tnfyl5o1_500

Eu tenho um estilo duvidoso e uma relação de amor e ódio com meu guarda-roupa. E estou potencialmente frustrada com minha construção de looks HAHAHAHA não sei se é por ter enjoado das peças ou por ter comprado por impulso ou sei lá. Só sei que quando visto, geralmente odeio. Parece comunzão. Então resolvi definitivamente manter no guarda roupa só peças que pudessem montar um luok na onda soft grunge ou meio alternativo ou basicona ou boho. Fiquei uns séculos estudando os looks que eu curtia no Pinterest e concluí que minha onda varia entre esses três extremos, sempre com uma peça irônica (aka provavelmente não devia estar ali mas achei engraçado colocar) e as vezes com um toque glam. No todo, é meio que tudo o que esteve na muoda nos 70s e 90s. Minha ideia é basicamente: se uma câmera normal não me tornou interessante vestindo isso, uma analógica precisa capturar e pelo menos me fazer parecer dessa época. HAHAHA

referencias 1

 Nas minhas referências eu anotei:

Muitas peças pretas. Muitas peças brancas. Calças estampadas. Roupas largas. Jeans claros. Cintura ‘alta’. Xadrez. Camisetas masculinas.. Camisetas lisas. Pedras. Gargantilhas. Muitos acessórios de mil formas (mas sem os manjados strass e detalhes fofos). Coisas midi (saia/bermuda). Tênis, ankle boots e sapatos ‘masculinizados’ ou escandalosos femininos. Regada cavada. Brilho. Holográfico. Meias 3/4. Um elemento bizarro e avulso (HAHA). Batom vinho/roxo (deus, eu tenho um e só fico almejando todos que vejo porque o meu ~esfarela~ na boca). Acessórios pro cabelo (pra mim é impossível usar alguma coisa na cabeça com meu cabelo cacheado). Patches. Jaqueta jeans.

referencias 2

Separei também algumas minas que são muito referência no lookbook/blogosfera pra mim. Na dúvida sobre como usar uma peça ou como me vestir para tal coisa eu penso “o que Uma Dessas Minas faria/usaria?”

1. Carmen Manzano

carmen m

Conheci essa linda com um post da Gabi no Just Lia e logo na foto de capa já pensei: “nossa, essa era o complemento pra minha reestruturação”. Tipo um tapa. É muito difícil eu ver um look e me apaixonar por 100% dele, e, de cara, esbarrando com esse, já foi um “alívio” saber que eu gostava de, bom. Alguma coisa. Tudo ficou muito mainstreamzado e repetitivo que chega a ser irritante tentar ser original sendo que nada mais tem cara de autêntico.

2. Rachel-Marie

rachel m

Uma das sósias da Zooey Deschanel faz parte do lado básico e boho das minha inspiração. E ela sempre usa chapéus.

3. Alana Ruas

alana r

Ela costuma postar looks com esse meu amor de peça-avulsa e me inspira em um pouco de tudo. Um pouco boho, um pouco despojado, um pouco ‘básico’, um pouco alternativo. Ela quica entre estilos diferentes do jeito que eu gostaria e eu basicamente amo isso.

4. Malin Z.

malin z

E essa tem todo um lado gótico punk grunge da vida. Uma coisa bem tumblr-pinterest. E mesmo quando ela usa peças mais ~arrumadinhas~, dá um jeito de continuar gótica punk grunge da vida. Admiro mortalmente seu estilo.

5. Rima  Vaidila

rima v

E a parte mais básica inspiração. E bem fácil de achar no instagram. A Vic Hollo também faz bem meu estilo nesse quesito. E nem tem muito o que falar, né? Tecidos neutros, cores neutras, cortes neutros. No meu caso, acrescento a peça avulsa e um detalhe qualquer, talvez.

Ah, a Sky Ferreira também é uma inspiração nova. Tem post falando sobre o estilo dela no GWS e no Garotas Estúpidas. Fora outros ícones que estou colocando no Listography. E um milhão de referências no Pinterest.

Esse post ficou bem ‘arquivo pessoal’, mas aproveitei pra organizar em post caso alguém se identifique e aproveite alguma coisa. Gostaram?

Amanda Montt
Por: Amanda Montt


21/03/2015

looks da semana 3

Essa semana fui um tiquinho mais mal vestida e estou ocupando meu cérebro com referências pra renovar meu xtilo. Na verdade, com todo tipo de referência que tô me achando bem pobre delas HAHAHA então filmes novos, livros novos, artistas, enfim. Estou montando listas de coisas para ver e estudar e etc. Tô empolgada e é isso.

Segunda fui com uma regada ultra cavada e ultra vestido do Nirvana da H&M, calça de cintura alta novinha da Youcom, meu amado Dr. Martens que nunca usei tanto na vida quanto esse ano, uma gargantilha que já usei algumas vezes e tampei com o celular porque sou idiota e a mochila que comprei na viagem e esqueci de fotografar de novo.

Terça resgatei uma blusa que eu detestava por ser super comunzinha e só usava em casa, mas agora tô amando porque reforça uma cara de 70s/90s (dependendo do conjunto). Comprei essa blusa do Hard Rock num Hard Rock de Toronto (dã), repeti a calça de cintura alta, o cinto deve ser da Spatifilus, o all star é converse (dã²), o colar é elephant e a mochila da romwe. Nossa, essa foto ficou bizarríssima e meu cabelo ficou pior do que tava. E só reparei agora.

Quarta estreei a camiseta branca que também comprei na Youcom semana passada, junto de uma camisa xadrez meio velha que deve ser da renner, com o jeans cada vez mais arrombado da siberian, o colar, all star e mochila de terça. Repetir é vida.

Quinta coloquei uma camiseta nunca usada e há muito tempo estocada da romwe, repetindo o Dr. Martens, a mochila menta, a calça, a gargantilha (cuja gambiarra arrebentou logo no começo do dia e vou ter que arrumar) e a camisa xadrez.

Sexta usei também outra blusa que morria de birra de ter comprado no impulso no ebay. A combinação também ficou meio ridícula. Repeti a calça de cintura alta e usei um creeper da sirens e um colar da feira hippie de BH. Ah, e ainda saí carregando uma ecobag (aka SACOLA DE COMPRAS) da Urban Outfiters pra ficar mais conceitual, já que o look ficou terrível.

O que acharam dos luoks? Estou trabalhando para não serem os posts mais frequentes daqui, hahahahaha.

Amanda Montt
Por: Amanda Montt